25.8.12

Tradutores Anônimos S.A., 2012 in progress


"A intenção da Tradutores Anônimos S. A. é de fazer circular informações em português. Ela nasceu de um botar as mãos nas cadeiras e bradar: que diabo de antropofagia é essa nossa, que não traduz o que interessa? Traduzidos de forma amadora, os textos aqui vertidos para o português seguem o lema de que é preferível tê-los assim, do que não tê-los — antes mal acompanhado que sozinho. A Tradutores Anônimos S.A se desculpa publicamente com tradutores profissionais que fariam de modo espetacular o serviço aqui prestado, caso fossem contratados e pagos para tal. "

Tradutores Anônimos S.A.


Abaixo, a primeira ação da Tradutores Anônimos S.A., a tradução de um conjunto de cartas abertas do artista Marcel Broodthaers, emitidas por ele no contexto de seu museu fictício. Clique sobre as imagens que elas aumentam. Para ler as cartas, clique aqui.




A seguir, Desenhos Selecionados 1968-1973 (e outros desenhos), de Douglas Huebler, a segunda ação da Tradutores Anônimos S. A. Clique aqui para ler os textos/desenhos traduzidos.



O terceiro número editado pela Tradutores Anônimos S. A. trata-se de um conjunto de textos de Harald Szeemann, entre eles o clássico Quando as atitudes se tornam forma. As imagens da edição seguem abaixo e, para ler os textos, basta clicar aqui.





Com muito orgulho e satisfação, a Tradutores Anônimos S.A. também lançou, ainda em 2012, uma brochura com um conjunto de textos de Robert Filliou. Você pode ver as imagens da edição abaixo e, para ler os textos, clique aqui





Como atividade do ano de 2013, a Tradutores Anônimos S.A. teve a honra de traduzir 27 cartões-eventos de Water Yam (1963), de George Brecht. Imagem da edição de Inhame, por Tradutores Anônimos S.A., abaixo. Clique aqui para ver os cartões.